radha-poster-EX60_l
O objeto e o refúgio do amor divino
7 de março de 2016
mãos blog
Promoção Fim de Ano Braja Editora
2 de outubro de 2017

Roubar é divino?

IMG_20170613_120123

IMG_20170613_120123

Quando nosso mestre espiritual, Srila Bhaktivedanta Swami Prabhupada, chegou ao Ocidente na década de 1960, alguns ocidentais lhe perguntaram o motivo para ele vir divulgar a espiritualidade da Índia se já havia tantos espiritualistas de outras tradições fazendo a mesma coisa. Em sua resposta, nosso querido Srila Prabhupada esclareceu que a transcendência, conforme a revelam os textos sagrados da Índia, engloba diversos aspectos praticamente desconhecidos para os ocidentais. Um desses aspectos, na verdade, trata da pessoalidade do Ser Supremo.

Se tudo neste mundo é orquestrado por alguma espécie de inteligência personalizada — por exemplo, o movimento dos veículos, a produção dos bens de consumo, a percepção de sentimentos como o amor e o ódio –, a realidade no plano da transcendência, plano do qual se origina o mundo físico, não poderia ser diferente. Sobretudo em Vrindavana, a terra de Sri Krsna, a riqueza da pessoalidade divina manifesta-se em sua plenitude.

Em Krishna, o Ladrão de Manteiga, nosso mestre espiritual, Srila Bhaktivedanta Narayana Goswami Maharaja, aborda esse tema de forma admirável. Por que será que Krishna, a Pessoa Divina e Suprema, sente o impulso de roubar manteiga da casa das vizinhas de Sua mãe? Roubar é divino? Confira a resposta adquirindo o livro em nossa livraria!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *